Back to All Events

Sua Mente - O Manual Que Não te Deram Quando Você Nasceu - Por Thiago Jamas

Quando você nasceu, te deram um cérebro, mas ninguém te ensinou o que fazer com ele e do que ele é capaz. Você foi aprendendo do jeito que dava pra aprender. É como receber um super computador de presente e somente jogar Paciência ou brincar no Paint.
O cérebro humano é uma das estruturas mais complexas do universo, contendo por volta de 100 bilhões de neurônios interconectados das mais infinitas formas, formando uma intricada rede de trânsito de informações que geram desde as nossas respostas mais instintivas e automáticas até os processos mais complexos. Saiba que você é você graças a esses processos. Você respira sem precisar prestar atenção na respiração graças a esses processos. Seu coração continua batendo enquanto você realiza complicadas operações mentais pra terminar aquele TCC no prazo graças ao seu cérebro. Você funciona do jeito que funciona graças ao seu cérebro.
Sua mente é a responsável por tudo o que você faz ou não consegue fazer, responsável pelos seus gostos, suas convicções, suas memórias, seus medos, suas habilidades, seus hábitos, etc. Tudo o que você considera que é “você”, sua identidade, suas preferências, suas respostas emocionais, sua visão do mundo, dos outros e de si mesmo, é um grande conjunto de processos cognitivos funcionando simultaneamente sem que você faça a menor ideia de que eles estão lá. Muitos desses processos funcionam ao seu favor e muitos trazem resultados que você não gosta, talvez até estejam prejudicando sua saúde, sua vida emocional ou profissional. 
O que se passa lá dentro, você percebendo ou não, determina, em último nível, quem você é.
Em outras palavras, isso significa que é na sua mente que são produzidas as “coisas” que levam a sua vida pra frente ou te causam sofrimento. Alguns exemplos:
• Vontade irresistível de comer chocolate (ou qualquer outro alimento)
• Sensação de não ser bom o suficiente
• Medo de falar em público
• Lembranças que não param de aparecer e causar sofrimento
• Diálogos intermináveis consigo mesmo
• Ansiedade
• Reviver traumas
• Fobias

O que poucas pessoas sabem é que esses processos mentais, apesar de subjetivos, tem estruturas definidas e bem organizadas. Basta perguntar pra alguém que tem medo de barata se, em algum momento da vida, essa pessoa esqueceu de ter medo. Ele sempre está lá, funcionando perfeitamente bem, causando gritos, correrias e desespero com precisão, efetividade e pontualidade, sem falhar uma única vez. 
O que também é pouco sabido é a possibilidade de alterar essas estruturas conscientemente, essencialmente modificando a sua experiência e suas emoções, ou seja, você tem a capacidade de transformar como o seu cérebro “produz” seu medo de falar em público, por exemplo. Aquela lembrança dolorosa que teima em aparecer constantemente pode ser modificada de tal forma que você não sinta mais o sofrimento que estava atrelado à ela. Você pode se livrar de um hábito nocivo.
Se você muda a forma como você estrutura esses processos mentais, você muda a forma como você sente e, consequentemente, muda a forma como age.
Este workshop tem o objetivo de te ensinar a identificar as estruturas do seu próprio pensamento e como alterá-los ao seu favor. Você começara a aprender a “operar a máquina mais complexa do mundo”, descobrindo como você funciona e como modificar ou melhorar esse funcionamento.