ÉTICA MARCIAL E GRÃO MESTRES DO SHAOLIN DO NORTE

O Bei Shaolin Wude , código da Ética Marcial do Shaolin do Norte, embora sem caráter religioso, promove valores comuns que transcendem a culturas e raças, por serem dignos e desejáveis. Na prática do Kung Fu essas regras têm como objetivo ajudar o praticante a alcançar os melhores resultados em todos os aspectos de sua vida.

A relação do praticante com essas regras deve ser de caráter estritamente moral. Ninguém jamais será forçado a submeter-se a elas. A submissão é aceita quando se acredita que isso poderá ser de grande ajuda no desenvolvimento pessoal.

Se as regras forem continuamente desrespeitadas, após várias advertências, a pessoa poderá ser convidada a deixar o treino, não como punição, mas porque o treino não lhe é adequado. O  texto abaixo é uma mera formalização do que tem sido passado, de geração para geração, de maneira verbal e, mais importante, através do exemplo vivo dos que já percorreram esse caminho.

O PRATICANTE

Deve respeitar e honrar a vida, a tradição e o Wude, sendo leal consigo e com os demais.

Deve respeitar e honrar os mestres (do presente e do passado), os professores, seus pais e os mais velhos, proteger os mais novos e tratar seus colegas como irmãos e irmãs.

Deve ser sábio e corajoso, defendendo a retidão e a verdade sendo responsável por suas ações.

Não será inescrupuloso, não molestará, não praticará o mal, não roubara nem enganará.

Não se relacionará com pessoas de mau caráter e iníquas.

Não abusará do poder, seja ele oficial ou físico; não oprimirá o bom nem maltratará o bondoso.

Deve ser humilde e treinar paciente e diligentemente, mantendo-se física e mentalmente saudável perseverando e buscando superarem-se cada dia.

Deve ser humano, agindo com amor e compaixão, trazendo paz e felicidade para todos através de seus atos e exemplo.

Deve ser educado e generoso, nutrindo e desenvolvendo talentos e passando a tradição aos que merecem de forma a preservá-la para as futuras gerações.

Deve cultivar gratidão e viver de acordo com as leis dos céus e dos homens.

GRÃO MESTRE KU YU CHEONG

Screen Shot 2018-01-18 at 11.42.13.png

Nascido em 1894 na província de Kiangsi , Ku Yu Cheong cresceu em Nanking e teve contato com a arte marcial desde criança. Seu pai, Ku Lei Chi, era mestre de Cha Kuen e Tam Toi, e era proprietário de uma notável companhia de segurança que oferecia escolta e proteção para caravanas que viajavam pelas regiões da China.

Ku Yu Cheong treinou com o seu pai até os doze anos, quando o seu pai foi acometido de uma doença incurável e acabou por falecer. Em seu leito de morte, Ku Lei Chi aconselhou o filho que se quisesse dar prosseguimento ao seu aprendizado marcial deveria procurar pelo mestre Yin Kai Yun, herdeiro de um dos muitos estilos do mosteiro de Shaolin.

Yin Kai Yun e Ku Lei Chi tornaram-se amigos durante um sangrento confronto, quando suas respectivas caravanas foram atacadas por bandidos; Yin Kai Yun havia perdido a maioria dos seus homens quando Ku Lei Chi interveio e salvou a sua vida – Ku Lei Chi era famoso pelas suas técnicas de chutes, que arremessavam os adversários à grandes distâncias. Deste encontro nasceu uma grande amizade entre os dois grandes mestres.

Ku Yu Cheong dirigiu-se até a província de Shantung com uma carta de seu pai e Yin Kai Yun imediatamente o aceitou como aluno e discípulo. Ku Yu Cheong permaneceu com Yin Kai Yun por mais de dez anos e tornou-se herdeiro de seu conhecimento; “Os Dez Caminhos de Shaolin” – um dos muitos estilos originários do mosteiro de Honan, um vasto arsenal de armas tradicionais, a técnica de cultivo de energia vital (Chi) “O Pequeno Sino de Ouro” e a famosa “Palma-de-Ferro”.

Ao saber do falecimento de sua mãe, Ku Yu Cheong retornou a Nanking ; Yin Kai Yun lhe disse – “A China é um país muito grande e existem muitos mestres habilidosos, por isto seja prudente e cauteloso com o seu conhecimento”. Ku Yu Cheong respondeu ao seu mestre que jamais o decepcionaria e o faria orgulhoso.

Por volta de 1928, Ku Yu Cheong juntamente com outros mestres famosos, foi requisitado pelo governo para integrar o quadro de professores da famosa Academia Central de Nanking , um dos centros mais importantes para o ensino das artes marciais em todo o território chinês.

Lá Ku Yu Cheong conheceu grandes mestres como : general Li Kin Lam (Tai Kek Kuen, Baat Kek Kuen e espada Mou Tong), Sun Lok Tong (Baat Kua Cheong), Yang Cheng Fu (Tai Kek Kuen), Mong Lai Sing (LuK Hop Kuen) e outros. Alguns anos depois, Ku Yu Cheong foi convidado para representar a Academia Central em Gonshao, Cantão, junto com outros quatro mestres que ficaram conhecidos como ” Os Cinco Tigres do Norte “.

Ku Yu Cheong foi responsável pela introdução e divulgação de muitos dos estilos do norte no sul da China, e protagonista de muitas estórias como : a utilização da sua energia vital para tratar enfermos, quebrar uma pilha de doze tijolos refratários com um único toque e a mais famosa de todas; quando matou um cavalo gigante que pertencia a um circo russo intinerante – o dono do circo oferecia dinheiro a quem resistisse a um coice do animal, que já havia matado muitas pessoas. Ku Yu Cheong aceitou o desafio e ao final de três coices, encontrava-se ileso; ele pediu para ver o cavalo de perto e desferiu um ataque com a sua palma do dorso do animal. O cavalo empinou, relinchou e morreu. Apesar de não haver dano aparente, ao fazerem a autópsia constataram que todos os orgão internos haviam se dissolvido. Ku Yu Cheong faleceu em 1952.

GRÃO MESTRE YIM SHEUNG MO

Screen Shot 2018-01-18 at 11.43.04.png

Nascido em 1882 na cidade de Linxi , província de Guanzhou , aos 35 anos de idade Yim Sheung Mo já era um respeitado e conhecido mestre de Hung Gar, mas nesta mesma época o destino dos dois mestres se cruzaram numa situação inusitada.

Fato comum naquele tempo, Yim Sheung Mo ouviu sobre a reputação de um jovem mestre vindo do norte e resolveu desafiar Ku Yu Cheong para um combate amistoso; Yim Sheung Mo disparou diversos chutes e socos mas Ku Yu Cheong defendeu todos com apenas uma das mãos … ao contra-atacar, Ku Yu Cheong encostou no corpo de Yim Sheung Mo a vontade, que não conseguiu nem defender-se nem desviar dos ataques. Percebendo a superioridade do adversário, Yim Sheung Mo se desculpou, abandonou o seu estilo e tornou-se discípulo de Ku Yu Cheong.

Tornando-se um dos três herdeiros do conhecimento de Ku Yu Cheong, Yim Sheung Mo teve a oportunidade de aprender outros estilos, graças a reputação do seu professor; aprendeu Choy Li Fat Bak Sing com Tam Sam, Luo Hap e Chi Yi Mun com Mong Lai Sin.

A conselho de Ku Yu Cheong, Yim Sheung Mo mudou-se para Hong Kong em 1952 devido a instabilidade política da China, e lá recebeu a acolhida da família Chan, em que cuja casa passou a ministrar aulas; sua reputação cresceu rapidamente e logo tornou-se mestre conhecido em Hong Kong.

Famoso por suas habilidades marciais, Yim Sheung Mo também foi personagem de muitas estórias curiosas; num restaurante, Yim Sheung Mo perfurou uma xícara de porcelana com o dedo médio sem movê-la do lugar. Seu apelido era Yim “Cabeça-de-ferro” … numa vez, visitando antigos colegas de Hung Gar , Yim Sheung Mo fora apresentado a alunos mais novos de forma jocoza como “o mestre de Hung Gar que havia virado aluno de Shao Lin do Norte”; após terminar a sua visita, despediu-se dos presentes e abriu um buraco na parede com a sua cabeça e foi embora.

Yim Sheung Mo teve muitos alunos em Hong Kong, e deixou alguns representantes dos seus ensinamentos em todo o mundo; Chan Ning Ling, Choy Ning, Au Wing I, Wong Chia Man, Kwok Wing Lam e muitos outros, mas o que mais se destacou e tornou-se herdeiro de todo o seu conhecimento foi Mestre Chan Kowk Wai .

Yim Sheung Mo dedicou toda a sua vida ao ensino da arte marcial chinesa e deu aulas até seu último dia de vida, vindo a falecer em 1971 em Hong Kong.

GRÃO MESTRE CHAN KOWK WAI - DÉCIMO GRAU

Screen Shot 2018-01-18 at 11.43.49.png

Nascido em 1934 na cidade de Taishan, província de Cantão, Chan Kowk Wai iniciou seu treinamento aos quatro anos de idade; ele assistia escondido as aulas de Choy Li Fat ministradas pelo Mestre Chan Cheok Sing aos aldeões. Mestre Chan foi pego por um dos alunos mais velhos e foi levado a presença do mestre, que ao invés de repreendê-lo o aceitou como aluno devido a sua dedicação. Mestre Chan treinou somente o estilo Choy Li Fat até os quatorze anos de idade.

No ano de 1949, quando da proclamação da República Popular da China, Mestre Chan mudou-se com a sua família para Hong Kong e lá continuou o seu aprendizado com o seu tio, Ma Kim Fong, mestre de Lo Hon Kuen (um dos muitos estilos criados dentro do Mosteiro de Shao Lin).
O Grão-mestre Yim Sheung Mo mudou-se para Hong Kong pelos mesmos motivos e se hospedou na casa da família de Chan Kowk Wai, e ali estabeleceu a sua escola; assim o jovem Chan teve a oportunidade de aprender o Shao Lin do Norte. Sua dedicação foi intensa, treinando e aprendendo dia e noite com o Mestre Yim Sheung Mo, e assim Chan Kowk Wai tornou-se herdeiro do estilo Shao Lin Norte, das técnicas de Chi Kung marcial e massagem curativa.

Também tornou-se mestre e herdeiro em outros estilos que aprendeu com mestres apresentados pelo seu mestre Yim Sheung Mo, como : Louva-a-deus Sete Estrelas com o Mestre Won Hong Fan, Garra de Águia com o Mestre Ching Jim Man e Hung Sing Choy Li Fat com o mestre e conceituado médico Yim You Chin. Todo o conhecimento adquirido em uma década exigiu grande dedicação e tornou o Grão-mestre Chan Kowk Wai um dos mestres mais respeitados dentro e fora da China.

Chegando em 1960 no Brasil, Grão-mestre Chan participou da formação do Centro Social Chinês, onde ministrou aulas de Kung Fu por doze anos. Grão-mestre Chan Kowk Wai também ministrou aulas na USP durante sete anos.

Em 1973 fundou a Academia Sino-Brasileira de Kung Fu e desde então formou vários professores que perpetuam os conhecimentos por todo o Brasil e em outros países como Argentina, Canada, Chile, Espanha e Estados Unidos.

Grão-mestre Chan Kowk Wai leciona diversos estilos de Kung Fu na matriz da Academia Sino-Brasileira, dentre os quais estão : Shao Lin do Norte, Choy Li Fat, Tai Chi Chuan, Xing Yi, Pa Kua,   Tam Tui, Tcha Chuan, Lo Hap, Lo Han, Louva a Deus, Garra de Águia, Pa Ki e Zi Ran Men. 

No mundo existem apenas 5 Grão Mestres 10º Grau, reconhecido pela “World Organization of Kungfu and Wushu Masters”,  sendo que Grão Mestre Chan Kowk Wai é o único entre os 5 que é 10º Grau em 5 estilos de kung fu ( Shao Lin  Norte,  Choy Li Fat,  Xing Yi, Pa Kua e Tai Chi Chuan).

PROFESSOR RONALDO MASSARUTTO

Screen Shot 2018-01-18 at 11.44.42.png

Nascido em 22 de setembro de 1965 na cidade de Piracicaba, interior de São Paulo, o Prof. Ronaldo Massarutto iniciou seu treinamento no final dos anos 70, passou por dois diferentes estilos de kung fu, sendo Instrutor muito jovem e ministrando aulas em Piracicaba. Mais tarde teve o privilégio de conhecer o lendário Grão-Mestre Chan Kowk Wai, que o aceitou como discípulo, começando assim seu treinamento árduo e ao mesmo tempo prazeroso por estar aprendendo o verdadeiro Kung fu Shaolin Norte e outros estilos como: Choy Li Fat, Tai Chi Chuan, Tam Tui, Tcha Chuan, Lo Hap, Lo Hon, Tong Long, Garra de Águia, Xing Yi, Pa Kua, Pa Ki, Zu Ran Men, sendo que Grão Mestre Chan Kowk Wai é 10º Grau (Autoridade Máxima Mundial no Estilo) em 5 estilos de kung fu: Shaolin Norte, Choy Li Fat, Xing Yi, Pa Kua e Tai Chi Chuan. Reconhecido pela “World Organization of Kung fu and Wushu Masters” e técnicas terapêuticas, e uma vasta experiência em Medicina Tradicional Chinesa. 

Iniciou também no Wushu Moderno com Mestre Thomaz Chan Hon Kit, filho e herdeiro do Grão-Mestre Chan Kowk Wai, que a exemplo de seu Pai, Mestre Thomas Chan Hon Kit foi o introdutor do Wushu Moderno no Brasil na década de 80. Ainda nos anos 80, o Prof. Ronaldo Massarutto começou a treinar o Sanshou/Sanda com o Mestre Nereu Graballos discípulo antigo e de confiança do Grão-Mestre Chan Kowk Wai. 

O Prof. Ronaldo Massarutto Formou-se pela Academia Sino Brasileira de Kung fu em 24 de abril de 1991, tendo 9 anos de prática, e continua até os dias de hoje seu treinamento e aperfeiçoamento com o Grão Mestre Chan Kowk Wai. O Prof. Ronaldo Massarutto formou dezenas de instrutores e 18 professores de Shaolin Norte pela Associação Bak Siu Lum de Kung Fu/Wushu, Tai Chi Chuan e Terapias Orientais onde é Presidente. 

Observando seu interesse pela Medicina Tradicional Chinesa, Grão Mestre Chan Kowk Wai orientou a procurar o Dr. Wu Tou Kwang fundador do CEATA (Centro de Estudo de Acupuntura e Terapias Alternativas), onde concluiu vários cursos e iniciou sua jornada de Terapeuta Oriental, CRTO 2165. Um breve curriculum, Professor de Kung fu Shaolin Norte, Tai Chi Chuan estilo Yang e estilo Chen, Meditação, Chi Kung Terapêutico e Marcial, Sanshou/Sanda (Boxe Chinês), Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa, Acupuntura Auricular, Fitoterapia Chinesa Clinica e Fitoterapia Chinesa em Ginecologia Clinica, Massagens Terapêutica,  Acupuntura em Obesidade,  Acupuntura em estética facial e corporal, Terapia Floral, Florais de Bach e Outros Sistemas,  Primeiros Socorros e Noções Básicas de Curativos, Primeiros Socorros no Esporte e Tratamento de Emergência, Aparelho Cardiorrespiratório e Exercícios Físicos, Nutrição, Planejamento de Dietas e Complementação Alimentar,  Formação em Leitura Corporal,  Feng Shui,  Aromaterapia,  Cromoterapia, etc.

   Grão-Mestre Chan Kowk Wai entregando o diploma ao Prof. Ronaldo Massarutto  

 Grão-Mestre Chan Kowk Wai entregando o diploma ao Prof. Ronaldo Massarutto